Guia de Viagem Para Tailândia Completo

2
169

Têm interesse em conhecer o país com cultura única, praias paradisíacas e rica gastronomia? Está com dúvidas em como deve ser o seu guia de viagem para Tailândia? Confira esse post onde teremos:

guia de viagem para tailândia Praia-Koh-Phi-Phi

SOBRE A TAILÂNDIA

Confira as dicas de viagem para Tailândia da UPPERMAG e viaje pelo país!

Primeiramente, antes de fazer sua viagem para Tailândia, é importante entender a questão geopolítica do país, evitando mal entendidos ou enrascadas, e também para planejar qual o próximo país se estiver planejando um mochilão. Para melhor entender onde fica a Tailândia, colamos abaixo o mapa do país:
mapa-tailandiaA Tailândia é um reino localizado na península da Indochina. O país faz fronteira com Laos, Camboja, Malásia, Burma, Vietnam, Indonésia e Índia. Seu regime político é de monarquia constitucional, na qual o rei, no poder desde 1946, é o chefe de estado tanto em aspectos religiosos e militares quanto em questões políticas.

A importância do Rei

A importância do rei da Tailândia e seu valor cultural são muito curiosos. A mesma imagem do rei estampa todas as notas do pais, e em praticamente todos os estabelecimentos comerciais há uma foto dele.

Contrariamente a cultura inglesa, não há abertura e possibilidade de questionar ou fazer piadas com a família real. Enquanto monarquia, o rei mostra-se temido e idolatrado – falar dele é quase como um “assunto proibido”.

Após a sua morte foi declarado luto no país por 1 ano! As roupas pretas esgotaram-se e tinha quem cobrava caro para tingir a roupa de preto – sinal de luto pelo querido rei. Veja a matéria completa no El Pais
Dinheiro-Thailandia

Geografia

O país tem 513.000 km2 de extensão e 64 milhões de habitantes, constituindo o 51º maior pais e 20º mais populoso. Sua capital, Bangkok, concentra mais de 5.5 milhões de habitantes, sendo 23 vezes mais povoada do que a segunda maior cidade do pais, demonstrando sua vital importância para a Tailândia.

75% da população é da raça thai, enquanto que 14% é chinesa. A população é massivamente budista, sendo tal religião responsável por 95% do credo das pessoas. Nas últimas décadas o pais teve um grande “boom” econômico, com altas taxas de crescimento (em torno de 7% a.a.).

Seu IDH é classificado como mediano,com 0.690, sendo 103º na lista (o Brasil ocupa a 85º posição).

Enquanto o pais ocupa a 92º posição pelo Pib Per Capita (Brasil ocupa a 57º posição), essa colocação permanece praticamente estável quando considerado o poder de compra da população, na 93 colocação (para comparação, o Brasil perde 18 posições, sendo 75º colocado em tal ranking).

Tailândia Turismo

Fimdotexto

A Tailândia mostra-se segura para o turismo, apesar de ser relativamente pobre e subdesenvolvido. Naturalmente, não se deve ser descuidado com seus pertences, mas segurança não deve ser algo impeditivo para a viagem.

O turismo na Tailândia é um dos pontos-chave da sua economia e favorece tanto os locais quanto quem vem comprar de fora, pois a maioria dos produtos é bastante barata.

As razões para essa segurança são das mais diversas – como regime totalitário, alto crescimento econômico e leis trabalhistas mais flexíveis, além de bom faturamento com o turismo.

Cerveja-na-tailandiaA moeda do país é o Baht, e sua conversão é de
aproximadamente 35 Bahts por dólar e 11 Bahts
por real.

Os custos são relativamente baratos, sendo possível ter um dia com
hospedagem, refeições e turismo por 200 Bahts. Mas, se gosta de álcool prepare-se!

Curiosamente, apesar do preço de produtos e serviços em geral serem muito inferiores aos observados no Brasil, o custo com bebida alcoólica quase se equivale. O preço de uma
cerveja nacional (como a Tiger) de 600ml é de cerca de 90bahts (9 reais).

Viagem para Tailândia: Dicas

Não é necessário tirar visto antecipado para brasileiros antes da visita ao país, mas antes da viagem para Tailândia prepare sua vacina de febre amarela – caso visite o país sem a vacina é bem provável que sua entrada seja barrada, e as 25h de voo se tornarão 50h com o retorno antecipado.

Outro ponto muito importante de ser levantado, e essencial para tornar a viagem mais em conta, é de se acostumar e treinar a técnica da pechincha. Não considere que é desrespeito para o povo pechinchar (naturalmente com bom senso, não faz sentido pechinchar conta de restaurante, por exemplo). É algo cultural para os locais.

Comumente a negociação começa com o vendedor pedindo um valor bastante alto pelo bem; o cliente oferece então metade, e é comum fechar o valor entre 70% e 75% do valor inicial, mas dependendo do tipo de barganha, pode-se conseguir o bem por até metade do preço;

Guia de Viagem Para Tailândia

Está planejando alguns dias no país paradisíaco? Confira nosso guia para chegar pronto e evitar imprevistos na viagem:

• Como chegar à Tailândia
• Como circular na Tailândia
• Quando ir a Tailândia
• Onde comer na Tailândia
• Onde ficar na Tailândia
• Pontos turísticos na Tailândia

Como Chegar à Tailândia

Tendo como partida o Brasil, a maneira mais viável para ir à uma viagem para Tailândia é pelo transporte aéreo. Não existem voos sem escala, e a passagem mais barata encontrada (simulação feita para agosto) de ida e volta sai por R$ 3013 pela Ethiopian Airlines, com troca de aeronaves na Etiópia.

Caso prefira outra opção de parada, pode optar por paradas em Amsterdam, Abu Dhabi ou Paris, por companhias como Etihad, KLM e Air France.

Como Circular na Tailândia

Tuk-Tuk-TailandiaA capital Bangkok possui sistema (em expansão) de metro, mas o meio mais comum de transporte no país é o Tuk Tuk, espécie de moto que leva na traseira uma cabine para transporte de pessoas; se estiver disposto a encarar o trânsito tailandês também pode alugar uma moto para andar pelo país.

Dependendo de seu destino, também pode se fazer necessário o uso de barcos para travessias. Finalmente, existem diversos aeroportos no país, sendo comuns também passagens internas a preços acessíveis (USD 50), podendo ser uma opção mais rápida para o transporte.

Sempre que possível busque parceria para dividir locomoção e barganhe bastante o preço. O preço da corrida de tuktuk/taxi para determinados lugares comumente é fechado, e pode ser dividido se houver companhia. Faça um estudo básico também do mapa da região que você está – fica mais difícil para o motorista te sacanear.

Quando Ir à Tailândia

Se têm em mente uma viagem para Tailândia com praias exuberantes, sol e calor, deve ter em mente a melhor época para planejar sua visita.

O país tem um clima tropical, com três estações (relativamente) bem definidas: temperada, quente e chuvosa.

Clima-na-tailandia
Entre os meses de Maio e Outubro, o clima do país sofre com monções vindas do Oceano Índico, deixando sensação quente e úmida, com constantes pancadas de chuva, podendo tornar a experiência desagradável para muitos visitantes.

Assim, agende sua viagem entre os meses de Novembro e Fevereiro, quando o tempo é mais seco, sendo o ideal para os turistas.

Entre Março e Maio as temperaturas ficam entre 30ºC e 40ºC, é normal encontrar europeus branquelos bastante vermelhos e queimados, nesse período a umidade do ar têm forte subida.

Onde Comer na Tailândia

A Tailândia é um país com culinária muito rica e farta, além de preços bastante módicos (quando comparado a países desenvolvidos e ao Brasil).

Em restaurantes de locais consegue-se fazer uma refeição completa com menos de 100BAHT (10 reais). É muito comum a culinária da região o uso de frutos do mar e de curry verde, uma versão mais cítrica e refrescante de curry (quando comparado a versão indiana e de outros países asiáticos).

cardapio-tailandia
fruta-lichiaAcostume-se e entre na cultura do local! Experimente e coma muito Pitayas (Dragonfruit) e Lichias exóticas. Se gosta de animais também deve se acostumar.

Os animais tem entrada entrada praticamente livre em lojas e restaurantes sendo comum observar gatos ou cachorros entrando e passeando pelo restaurante enquanto se saboreia seu curry; todavia, nenhum cachorro veio me pedir comida, seria porque não apreciam tanto o curry quanto a comida brasileira?

Além disso, prepare seu bolso se sua viagem inclui drinks! O álcool é relativamente caro no país, sobretudo se comparado ao valor das refeições. O preço de uma cerveja de 600ml local é de 90baht (aproximadamente 9 reais), similar ao observado em bares pelo Brasil.

restaurante-tailandia-tipico

Onde Ficar na Tailândia

O país oferece fartas opções para os turistas, sobretudo em sua capital, Bangkok, e nas praias que são principal ponto de destino de milhões de turistas, como Phuket, Koh Samui e Koh Phi Phi.

Você poderá encontrar desde os hotéis mais badalados de grandes redes (inclusive, o hotel em que o filme Se Beber Não Case 2 foi gravado em Bangkok), até hostels para mochileiros se encontrarem, ou mesmo quartos em hospedagens – tudo depende da vibe de sua viagem!

Quando busca por hospedagens, em especial em ilhas, valorize bastante a localização. Existem diversas hospedagens bacanas mas muito longe do centro do local, resultando em altos gastos monetários e de tempo com locomoção.

Leia mais: Bangkok: Guia de Viagem à cidade do pecado!

Hotel-Bungalow-Tailandia

Pontos Turísticos na Tailândia

templo-imperialApesar de sua pequena extensão, a Tailândia guarda grande amplitude de pontos turísticos, agradando amantes de cidade grande; assíduos por cultura em geral, que buscam visitar espetaculares templos e palácios; amantes de praias e locais paradisíacos e pessoas em busca para respostas em sua vida em uma terra de mistérios.

Bangkok, a Sin City asiática por si só agrada a todos, além de ser ponto de entrada principal (senão obrigatório).

Koh Samui, Koh Tao e Koh Phangan são os pontos paradisíacos a Leste. Em Koh Phangan ocorre a insanamente famosa Full Moon Party, enquanto a magnifícia Koh Phi Phi é a ilha principal a Oeste (tendo sido cenário do filme “A Ilha” de Leonardo Di Caprio), enquanto cidades como Phuket Tailândia e Krabi garantem diversão para aqueles que não querem pegar 3 horas de balsa, e também gostam de cassinos.

Se busca um encontro com a região mais tradicional, visite Chiang Mai, Pao e também Ayutthaya.

Roteiro de Viagem para Tailândia

Seguem três opções de roteiro de viagem para tailândia. Esses são roteiros agitados para conhecer muito do país. Se gosta de maior tranquilidade, alongue um dia em cada parada.

Relaxing Thai (7 dias)

massagem-tailandesa1 a 2 – Bangkok. Visite os templos da cidade, conheça os pontos turísticos e se infiltre na vida do povo na cidade grande.

Vá a Khaosan Road, pechinche em lojas de roupas e não perca feiras de orquídeas. E faça muitas, mas muitas mesmo, massagens. Você sentirá falta.

3 a 5 – Costa Leste. Base principal em Koh Samui, fazendo passeio de um dia (Day Trip) para conhecer Koh Tao e a formação união de ilhas que é colírio. Se estiver no primeiro dia de lua nova, estenda sua estadia em um dia e participe da festa em Koh Pha Ngan, será LEGEN-wait for it-DARY!

6 a 7 – Costa Oeste. O melhor custo/benefício é pegar um barco pela manhã em Koh Samui e cruzar a costa até Koh Phi Phi na outra borda. Muito mais barato e leva o mesmo tempo (e com menos correria), do que pegar voo de Koh Samui à Kabri ou Phuket e então a balsa até Koh Phi Phi.

Em Koh Phi Phi simplesmente seja feliz. Não há carros na ilha, mas não se faz necessário. A vibe da ilha é muito positiva e faça tudo andando. Muita juventude, festa, descobertas, felicidade e apresentações com fogo!

Se tiver tempo faça curso de mergulho. Dois dos locais mais famosos para mergulhar ficam na Tailândia, em Koh Tao e em Koh Phi Phi. Aproveite!!!

That’s Thai (10 dias)

thai1 a 3 – Bangkok e Ayutthaya. Conheça Bangkok e faça um Day trip para Ayutthaya.

São diversas as jornadas de trem diárias, que duram cerca de 1 hora. Se o tempo estiver ameno, ande de bicicleta na cidade. Se o tempo for um grande impeditivo, e o ar condicionado um fator de condições básicas, pode fazer um Day trip, com guia, por até 500 Baths (R$ 50).

4 a 7 – Koh Phi Phi. Faça mergulhos experimentais. Fique em hospedagens diversas. Saia pela noite e arranhe no inglês. Beba de buckets e durma na praia sem axé.

8 a 10 – Chiang Mai. Segunda maior cidade do país, ao norte de Bangkok. Conserva muitas tradições locais, e é possível perceber o fator globalização que a capital têm, quando comparada a cidades menores, ainda com menor impacto da globalização.

Faça passeios para subir as montanhas, dormir com nativos, praticar rafting e andar e interagir com elefantes!

Amazing Trip (14 dias)

buda-deitado-ayutthaya1 a 3. Bangkok e Ayutthaya Day trip.

4 a 7. Chiang Mai e Sleepover nas montanhas.

Esse é um passeio que se encontra em todas as lojas de turismo da cidade. Não há necessidade de reservar com antecedência, na hora é certo a barganha, e você pode avaliar mais de uma agência (além de poder combinar com alguém que acabou de conhecer no hostel / balada / bar / restaurante / praia )

8 a 10. Koh Samui com Day trip para Koh Tao. Se tiver lua cheia, vá a Koh Pnagam e curta a Full Moon Party!

11 a 14. Curta um dia em Phuket ou Krabi e pegue a balsa para Koh Phi Phi. Se se matricular no primeiro dia, consegue tirar sua carteirinha de mergulho no lugar mais bonito do mundo!

Relatos de Viagem para Tailândia

Nos dois próximos posts irei fazer um relato de viagem dos 15 primeiros dias de um mochilão que fiz pelo Sudeste da Ásia, e que teve como primeira parada Bangkok, Tailândia.

Meu roteiro foi todo decidido em cima da hora, pensando na noite, o que e aonde iria na manhã seguinte, razão que me levou a alguns erros no cronograma, mas ao menos tinha tempo para corrigir e fazer jus ao país.

O primeiro post irá tratar dos dias em Bangkok, Ayutthaya, Chiang Mai e o vilarejo nas montanhas. Enquanto o segundo vai trazer mais informações das ilhas e praias paradisíacas como Koh Phi Phi, Phuket, Krabi, Koh Samui, Koh Phangan e Koh Tao.

Meu itinerário foi:

0-1 São Paulo – Paris. Paris – Bangkok (Pela Thai Airlines. Meu melhor voo EVER!)

1-2 Bangkok. Palácio Imperial, Wat Pho, Wat Arum, Massagem Tailândesa, Khaosan Road, Shoppings, Centro de concenção de Anime, Feiras locais.

3 – Bangkok – Ayutthaya – Bangkok – 8 templos/pontos turísticos. Saindo às 8 da manhã da capital e retornando no fim da tarde, em uma viagem de trem com galinhas.

4 e 5 – Koh Samui. Cidade de praia paradisíaca. Conheci grupo de canadenses, escoceses e holandeses muito bacana. Frutos do mar soberbos!

6 e 7 – Koh Tao. Fiquei muito amigo de duas alemãs e fiquei com elas pela ilha. Destaque para cenários de outro mundo e para o curso de massagem tailandesa que fiz.

8 – Koh Tao – Koh Samui – Krabi – Phi Phi. Voltei de barco pela madrugada à Samui, peguei voo para o outro lado do país e peguei balsa de 3 horas. Cheguei em Phi Phi pela noite em busca de uma hospedagem.

9-12 – Koh Phi Phi. Fiz curso de mergulho (peguei minha carteirinha Padi) e descobri um universo inexplorado no mar! Sabemos mais da Lua e do espaço do que dos nossos oceanos. Fiquei muito amigo de dois sulafricanos (inclusive meu instrutor de mergulho).

13-15 – Chiang Mai. Um dia para conhecer a cidade (beeem corrido!) e mais dois de exploração pelas montanhas, rafting em bamboo, um guia muito doido e passeio de elefante.

Pacotes de Viagem Para Tailândia

Confira os melhores pacotes de viagem para Tailândia em sites como o Trip Advisor, guias para mochileiros no Lonely Planet, passagens aéreas no Sky Scanner e Hostels no HostelBookers.

Dicas de Viagem Para Tailândia

– O país mostra-se seguro para o turismo, apesar de ser relativamente pobre e subdesenvolvido. Naturalmente não se deve ser descuidado com seus pertences, mas segurança não deve ser algo impeditivo para a viagem;

– Sempre que possível busque parceria para dividir locomoção. O preço da corrida para determinados lugares comumente é fechado, e pode ser dividido se houver companhia;

– Mostre aos motoristas que sabe minimamente da região e da onde está indo. Ficará mais difícil te sacanear;

– Quando em Bangkok, guarde e economize as moedas! Elas serão bastante úteis na compra de bilhetes para o metrô da cidade. Comumente se formam grandes filas tão somente para trocar dinheiro (papel) por moedas;

– Abuse e use do poder de pechincha, não considere que é desrespeito para o povo pechinchar (naturalmente com bom senso, não se faz sentido pechinchar conta de restaurante, por exemplo). É algo cultural para o país. Comumente a negociação começa com o vendedor pedindo um valor bastante alto pelo bem e você consegue fechar o valor entre 70% e 75% do valor inicial. A depender do tipo de barganha, pode-se conseguir o bem por até metade do preço;

– Sempre barganhe bastante preço de transporte, como passeios, tuk tuks e táxis, e sempre pergunte previamente qual o valor a ser cobrado.

– Curiosamente, apesar do preço de diversos bens ser muito inferior ao observado em diversos outros países, o preço de bebida alcoólica, em especial cerveja, é alto no pais. O preço normal de uma cerveja nacional de 600 ml é de cerca de 90 bahts (6 reais);

– Animais tem entrada praticamente livre em lojas e restaurantes. Bastante comum ver gatos e cachorros entrando e passeando pelo restaurante enquanto se saboreia seu curry; todavia nenhum cachorro veio me pedir comida, seria porque não apreciam tanto o curry quanto a comida brasileira?

– Quando busca por hospedagens, em especial em ilhas, valorize bastante a localização. Existem diversas hospedagens bacanas mas muito longe do centro do local, resultando em altos gastos  monetários e de tempo com locomoção;

– A importância do rei da Tailândia e seu valor cultural são muito curiosos. A mesma imagem do rei estampa todas as notas do país, e em praticamente todos os estabelecimentos comerciais há uma foto dele. Contrariamente a cultura inglesa, não há a cultura de se fazer piadas com a família real. O rei mostra-se temido e idolatrado, sendo quase como um “assunto proibido”;

– É extremamente comum encontrar na rua lichias exóticas e pitaias. Delicioso!

GIF BAG

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta